Tipos de Forro de Gesso – Qual o melhor para a sua casa?

Tipos de Forro de Gesso – Qual o melhor para a sua casa?

Pesando em instalar forro de gesso no acabamento final? Sendo assim prepare-se para concluir sua obra com a elegância e sofisticação que ele proporciona.

O gesso é um material extraído da gipsita, mineral que, resumidamente, depois de triturado passa pelo processo de calcinação, resultando na sua desidratação e consequentemente na formação do gesso propriamente dito.

forro de gesso
Elegância e criatividade
Fonte: Flickr ( www.flickr.com)

Os forros de gesso são apenas uma parte do que esse material pode proporcionar em uma construção. Paredes, revestimentos, divisórias, vedações, são alguns exemplos da aplicabilidade do gesso.

Publicidade


Contudo, os acabamentos em gesso, primeiramente diferenciam-se basicamente em 2 tipos, as placas de gesso e o sistema drywal, e em seguida apresentam variações em suas formas de aplicação. Como veremos a seguir:

Tipos de Forro de Gesso

Os dois principais tipos de forro de gesso, visto que possuem a mesma base de material, apresentam diferenças estruturais e de valor. Porém, são igualmente usados nas finalizações, pois sempre buscam um acabamento diferenciado.

Publicidade

1 – Forro em Placas (gesso comum)

Trata-se de placas que possuem um sistema de encaixe padronizado, assim sendo, conferem um alinhamento quase perfeito aos forros e paredes. Seu custo é substancialmente menor que o gesso acartonado e a carga suportada também.

O gesso comum, em contrapartida demora e causa mais sujeira na obra.

Mesmo sendo mais pesado, ele não possui tanta resistência quando comparado ao forro de gesso acartonado.



forro de gesso
Diversos tipos de acabamento
Fonte: Picryl ( picryl.com )

Outra característica que precisa ser levada em conta são as grandes variações de temperatura, o forro em placas não se adapta bem a elas.

Por consequência, trincas e manchas amareladas devido a presença da umidade podem aparecer.

Sendo assim, uma vez que a umidade e o calor podem causar os defeitos mencionados, portanto esse processo não pode ser usado em áreas externas.

2 – Forro de Drywall (gesso acartonado)

Possui sem dúvida, uma instalação muito mais simples. O forro drywall é formado por placas de gesso e revestido com papel acartonado. Sendo assim mais fino e leve.

Outro ponto positivo na escolha desse acabamento é sua capacidade de suportar as temidas variações de temperatura. Pois existem placas de drywall próprias para as áreas externas.

Por fim, a instalação do forro drywall é mais rápida e com menos entulho, além disso, sua estrutura final suporta uma carga maior que o gesso comum.

forro de gesso
As paredes decoradas complementam a sofisticação da sala
Fonte: Archive.premier ( archive.premier.gov.ru)

Mas como nem tudo é perfeito, o custo do drywall é bem maior. Todavia o que primeiramente precisa ser analisado é justamente quais pré-requisitos são necessários.

Publicidade

Ou seja, o local sofrerá grandes variações térmicas? A estrutura precisará suportar peso elevado? É primordial ter isolamento térmico/acústico? Se a resposta for sim! Desse modo, seu forro deverá ser de drywall, pelo contrário, o melhor é gastar pouco e optar pelo gesso comum.

Tipos de acabamento

Diversas formas podem ser criadas para dar vida aos forros e paredes. Contudo, as Sancas e as projeções em 3D ainda prevalecem.

1 – Sancas

Sancas projeções longitudinais, geralmente ocupando quase todo o forro.

A instalação de uma sanca, tanto poder ser feita de modo que a aparência final resulte na impressão que o centro do teto esta entrando na laje, ou pelo contrário, sendo rebaixado da laje.

Esses dois exemplos, também conhecidos como sancas abertas e fechadas são as escolhas mais utilizadas nos acabamentos em gesso.

forro de gesso
As sancas ajudam a redimensionar os espaços
Fonte: Pixabay ( www.pixabay.com)

2 – Projeções 3D

Em contraste com as tendências que buscam obras cada vez mais enxutas, as placas de gesso 3D estão entre as opções que atendem esse requisito.

forro de gesso
Gesso em 3D
Fonte: Treelifedesigns ( treelifedesigns.com )

Simplificadamente, esse processo utiliza-se de pequenas chapas de gesso, geralmente medindo 30 x 30 cm. Aplicadas diretamente nas paredes ou no teto, para tanto, nesse caso, primordialmente usam-se colas específicas.

Essas pequenas placas possuem um alto relevo tridimensional, dessas maneira, fazem do ambiente escolhido um local diferenciado e sobretudo mantém a elegância e a descrição do gesso.

Porque colocar forro de gesso na sua casa?

forro de gesso
Qualquer forma pode ser aplicada .
Fonte: Flickr ( www.flickr.com )

É muito comum se ouvir a pergunta, quando alguém, por exemplo, esta procurando um apartamento para comprar: ” O forro é de gesso? ” Isso exemplifica bem o quanto esse tipo de acabamento caiu nas graças dos arquitetos e esta cada vez mais sendo utilizado.

Principais Vantagens

  • Rápida colocação;
  • Ótimo alinhamento;
  • A iluminação ganha destaque nas sancas de gesso, proporcionando efeitos visuais incríveis;
  • Em caso de manutenção, facilmente um setor pode ser retirado e substituído;
  • Diversos formatos de sancas, texturas em 3D, divisórias, forros, paredes, nichos, podem ser fabricados, a imaginação é o limite.
forro de gesso
Iluminação com lâmpadas de led
Fonte: Commons ( commons.wikimedia.org )

Ainda não esta convencido? Deixe seu comentário, vamos responder!

Publicidade

O que achou desta matéria?

Clique para avaliar!

Avaliação média / 5. Votos: