Tudo Sobre Steel Frame

Tudo Sobre Steel Frame

Steel Frame – Light Steel Frame ou simplesmente “Estrutura de Aço Leve”, você já ouviu falar destes termos não é mesmo? Neste artigo você encontrará como funciona e quais são os  materiais que compõem o sistema Ligth Steel Frame.

Steel Frame
Casa projetada em Steel Frame com 2 pavimentos.
Fonte: Wikipédia (pt.wikipedia.org)

Steel Frame é um sistema construtivo que utiliza perfis de aço carbono, ainda assim revestidos de proteção anticorrosiva, para a estruturação de obras civis, analogamente, onde normalmente utilizavam-se tijolos, blocos de concreto, vergalhões, água, pedras e areia,  os perfis de aço serão, a partir de agora, os componentes principais desse novo processo construtivo.

O processo de construção Ligth Steel Frame se resume na montagem dos perfis de aço galvanizado, que ao se modularem em quadros ocupam os lugares onde foram projetadas as paredes, divisórias, telhados, etc.

Publicidade


Esse processo de produção teve sua origem nos Estados Unidos do século XIX, ao passo que a demanda habitacional criou a necessidade de se construir casas com rapidez, para tanto utilizando-se de  materiais de fácil acesso, no caso a madeira.

Esse modo de construção ficou conhecido como Wood Framing, isto é, “enquadramento de madeira”.

Publicidade

Entenda agora como funciona a montagem de um sistema em Steel Frame.

Componentes do Sistema Steel Frame

Na primeira etapa do processo de montagem, as estruturas são projetadas e calculadas evitando o desperdício de materiais, por consequência,  os perfis utilizados atenderão as respostas de esforços a que a estrutura será submetida.

Desta forma, depois de projetado, o sistema basicamente se compõe dos seguintes itens:



1 – Fundação

Do tipo Radier: A fundação Radier é utilizada quando a edificação apresenta pouca carga, portanto  pode ser distribuída diretamente em toda a área do solo, ou seja, a laje de concreto armado abrange toda a base da construção, dispensando o uso de sapatas.

Steel Frame
Laje tipo Rider – Sem Sapatas
Fonte: Flickr ( www.flickr.com )

Em síntese, diminui em muito os custos dessa etapa.

2 – Estrutura de Aço e Revestimento interno

Perfis de Aço Galvanizado: São os perfis que estruturam as paredes, lajes, marquises e telhados da construção.

Steel Frame
Perfis de Aço Galvanizado
Fonte: Pixabay ( pixabay.com )

São fabricados por máquinas denominadas de perfiladeiras, as quais dobram e furam os perfis a frio de acordo com o projeto.

Esses perfis possuem espessuras entre 0,9 mm a 1,25 mm. Em suma é  justamente a integração da pouca espessura com as dobras fabricadas pelas perfiladeiras que garantem a leveza e a resistência mecânica do Sistema Light Steel Frame.

3 – Revestimento Interno ou Termoacústico

Ainda dentro da estrutura de aço formada pelos perfis, um isolamento termoacústico é necessário. Contudo os mais utilizados são a lã de rocha e a lã de vidro.

Steel Frame
Revestimento termoacústico
Fonte: Wikimedia ( commons.wikimedia.org )

Outra possibilidade de material é o Poliuretano , ou também conhecido como PU.  Similarmente  ambos uma vez implantados, garantem o conforto acústico e o controle da climatização.

Publicidade

4 – Paredes

Steel Frame
Componentes para modulação do Steel Frame
Fonte: Wikimedia (commons.wikimedia.org)

4.1 Lado Externo

OSB: Formadas por placas de madeira trançadas, o que lhes confere maior resistência em relação a outras chapas. São parafusadas diretamente na estrutura de aço, sendo assim a sua  principal função é justamente dar suporte mecânico às paredes, também chamados de contraventamentos.

Barreira de Vapor: O nome pode sugerir algo estranho para se colocar na construção, conquanto, trata-se de uma membrana especial, colocada sobre o OSB e funciona como a pele humana, ela permite que a estrutura respire, ou seja, transpire de dentro para fora e ao mesmo tempo impede que a umidade penetre na edificação.

Placa Cimentícia: Nada mais é do que a placa de cimento reestruturada com fibras de vidro, fixada com parafusos, podendo variar facilmente em comprimento e largura.

Essas placas conferem planicidade superior aos melhores acabamentos de hoje em dia!

Base coat: No sistema Steel Frame, não é utilizada a aplicação de reboco, por consequência, nessa etapa da obra, logo após a fixação das placas cimentícias é aplicada uma argamassa a base de cimento, fibras e polímeros.

Esse monocomponente torna a aparência da estruturação monolítica, ou seja, elimina as junções entre placas cimentícias deixando as paredes prontas para o acabamento final.

Acabamento: Depois da aplicação do Base coat as paredes irão receber o revestimento final, o qual pode ser tanto uma simples pintura, ou ainda ser revestido com pedras, porcelanatos, madeiras, etc.

4.2 – Lado Interno

Fechamento de acabamento: Para esse fim existem diversas possibilidades de placas comerciais, sendo a mais utilizada a chapa de Drywall com gesso acartonado.

Do mesmo modo  que na parte externa as emendas precisam desaparecer, nesse caso utiliza-se uma fita micro perfurada e  logo em seguida a aplicação de uma massa niveladora.

Logo depois de eliminadas as junções qualquer tipo de revestimento pode ser aplicado.

5 – Lajes

Simples: A estrutura da laje basicamente assemelha-se a das paredes. Primeiramente são modulados os perfis metálicos revestidos de lã de rocha, lã de vidro ou poliuretano, em seguida aplica-se das as chapas OSB.

Nas lajes simples, após as chapas OSB é colocado uma camada de concreto armado, dessa forma qualquer revestimento pode ser utilizado.

Publicidade

Impermeabilizadas: Pode-se optar por dois tipos de revestimentos; a laje seca ou a laje mista:

Na laje seca após a placa de OSB é aplicado um isolante térmico fabricado em poliestireno extrudido, os famosos XPS, em seguida uma membrana de PVC (policloreto de vinila) ou também a manta de TPO a base de poliolefina com fibra de vidro podem ser usadas e terminam o isolamento.

Na laje mista seguimos a mesma montagem, entretanto depois das placas de OSB usa-se concreto armado e logo depois uma manta asfáltica realiza a impermeabilização.

6 – Cobertura

A cobertura também é modulada em perfis de aço e suporta qualquer tipo de telhado; fibrocimento, telhas em aluzinco, etc.

Steel Frame
Cobertura em aço serve para qualquer tipo de telhado
Fonte: Pixabay ( pixabay.com )

Vantagens

  • Canteiro de obras mais limpo e ecologicamente correto;
  • Baixíssimo desperdício de materiais;
  • Tempo de conclusão da obra até 1/3 mais rápida;
  • Precisão nos acabamentos;
  • Capital final superior as obras de alvenaria;
  • Baixo custo de mão de obra;
  • Conforto termoacústico superior;
  • Praticidade nas manutenções (a construção vem com manual de instruções);
  • Estrutura mais resistente  a desastres naturais;
  • Orçamento preciso dos gastos envolvidos.

Desvantagens

  • As construções chegam até no máximo 5 pavimentos;
  • Grande dificuldade de encontrar mão de obra profissional para executar as montagens estruturais e de acabamento;
  • Custo da obra chega a ficar entre 6 a 10 % mais cara. (Cabe aqui explicar que para uma casa de alvenaria possuir todas as vantagens acima descritas, o investimento será maior).

Durabilidade e Resistência

Esses são principalmente pontos fortes do Sistema construtivo Light Steel Frame. A durabilidade pode chegar a 300 anos e inegavelmente a  resistência mecânica é muito superior a uma construção de alvenaria.

Tendências da construção Civil

Nos últimos anos as construções em formato Steel Frame aumentaram consideravelmente no Brasil, todavia o sistema só começou a ser notado na década de 90.

Entretanto ao redor do mundo temos construções com mais de 100 anos.

Em resumo, as novas tecnologias na extração, processamento e fabricação de materiais, tornaram o aço cada vez mais competitivo.

Desta maneira essa nova tendência vem para suprir um cliente cada vez mais exigente com relação a qualidade, prazo de entrega e organização financeira da obra.

Pois no Sistema Frame os valores repassados pelas empresas que fornecem o serviços dificilmente serão alterados.

Trata-se de um processo inovador contudo a principal barreira ainda é cultural. Porém o  fácil acesso as mídias, principalmente a internet, está popularizando mesmo que a passos lentos esse novo processo produtivo.

Ainda com dúvidas sobre o processo de fabricação Light Steel Frame? Deixe seu comentário, vamos ajudar você a escolher o melhor caminho para a sua construção.

O que achou desta matéria?

Clique para avaliar!

Avaliação média / 5. Votos: