Segurança do Trabalho

Entenda a segurança do trabalho na construção civil!

4.3
(3)

Você já sofreu ou conhece alguém que já sofreu um acidente de trabalho?

Publicidade

As chances da resposta ser “sim” são grandes, afinal a construção civil infelizmente é um dos segmentos que mais registram ocorrências do tipo.

Homem segura capacete diante de painéis solares
A segurança do trabalho na construção civil promove ações que visam diminuir as chances de acidentes e de doenças ocupacionais (Foto: senivpetro / Freepik)

O setor é líder no país em acidentes com incapacidade permanente. Ou seja, aqueles que impedem definitivamente o profissional voltar à ativa.

Publicidade

Além disso, é o segundo segmento que mais registra mortes, atrás apenas do transporte terrestre. Os dados são da ANAMT, a Associação Nacional de Medicina do Trabalho.

Diante de números tão alarmantes, a segurança do trabalho na construção civil torna-se prioridade! 

Publicidade

Segurança do trabalho na construção civil

O profissional da construção lida diariamente com materiais e ferramentas que oferecem risco em algum grau.

Por isso a segurança do trabalho na construção civil é tão importante!

Ela promove ações, eventos e procedimentos com objetivo de diminuir as chances de acidentes e de doenças relacionadas ao trabalho, assim como de garantir o bem-estar dos colaboradores.


Dessa forma, medidas de segurança, de saúde do trabalhador e de prevenção a acidentes tornam-se parte da rotina dos canteiros de obras.

 

Normas da construção civil

Os procedimentos, eventos e ações praticados pela segurança do trabalho são regulados pelas normas da construção civil.

A principal é a ABNT NR 18, a Norma Regulamentadora (NR) número 18 estabelecida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Com o tema “Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção”, essa NR da construção civil apresenta regras administrativas, de organização e de planejamento da segurança do trabalho no setor.

Assim, estabelece medidas de controle a riscos e sistemas de prevenção em atividades, no meio ambiente e sob determinadas condições.

Dessa forma, a NR 18 tem entre seus objetivos:

  • Determinar responsabilidades dos administradores das obras;
  • Garantir a saúde e a integridade dos trabalhadores;
  • Dispor sobre as instalações obrigatórias em canteiros de obras, como vestiários, sanitários e ambulatório;
  • Estabelecer a criação e cumprimento do Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (PCMAT).

Porém, ainda há outras normas da construção civil. Confira algumas que merecem destaque!

Publicidade

NR 4 – Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT)

Essa NR da construção civil trata de serviços que visam promover a saúde e proteger a integridade do trabalhador.

NR 5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA)

Aborda aspectos como criação, organização e funções da CIPA, que tem como objetivo tornar o trabalho compatível com a prevenção de acidentes e de doenças.

NR 6 – Equipamento de Proteção Individual (EPI)

A NR 6 considera EPI “todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”.

Assim, essa NR da construção civil estabelece regras para aprovação, distribuição e responsabilidades sobre o EPI, que deve ser dado gratuitamente aos empregados.

NR 7 – Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO)

Regula a criação e a execução do PCMSO com finalidade de promover e preservar a saúde dos trabalhadores.

NR 9 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)

Estabelece a obrigatoriedade da criação e implementação do PPRA, que deve promover a saúde e a integridade dos colaboradores ao analisar os riscos ambientais existentes e possíveis no local de trabalho.

Além disso, o PPRA precisa levar em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

Quais as principais causas de acidentes?

Apesar das normas da construção civil, acidentes de trabalho ainda são frequentes. Por quê?

Segundo pesquisa do Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil), aproximadamente 73% dos acidentes em canteiros de obras ocorrem por falta de atenção.

Essa desatenção pode ser causada por diversos motivos, como cansaço, atividades repetitivas ou estresse.

Publicidade

Além disso, a falta de atenção contribui para ações inseguras, e vice-versa. Por exemplo, brincadeiras no trabalho podem gerar desatenção, que pode levar ao esquecimento do equipamento de proteção.

E ainda há outros riscos comuns na construção civil, como:

  • Queda de altura;
  • Choques elétricos;
  • Sinalização falha;
  • Uso inadequado de materiais e de ferramentas;
  • Falta de proteção ou de uso de EPIs;
  • Desorganização.

Engenheiro inspeciona trabalho em canteiro de obras

O técnico e o engenheiro de segurança são os responsáveis por planejar, executar e orientar a segurança do trabalho na construção civil (Foto: jcomp / Freepik)

Formação técnica e engenharia de segurança do trabalho

Garantir que a segurança do trabalho na construção civil funcione é tarefa de todos, porque um ambiente seguro depende de cada um fazer a sua parte.

Porém, há profissionais responsáveis por planejar, orientar e executar a aplicação das normas, eventos e medidas de segurança: o técnico e o engenheiro de segurança do trabalho.

Qualquer pessoa com o ensino médio completo pode fazer o curso técnico profissional.

Já a engenharia de segurança do trabalho exige pós-graduação. Ou seja, é preciso ter formação superior e fazer um curso de especialização.

A principal diferença entre as funções é que o engenheiro lida principalmente com a parte burocrática, enquanto o técnico realiza tarefas no canteiro de obras. 

Portanto, o profissional da engenharia de segurança do trabalho planeja, enquanto o técnico “põe a mão na massa”.

Ambos os cursos são oferecidos por todo país. Se seu objetivo é trabalhar na área, independente da formação, o importante é procurar por uma instituição de ensino regulamentada.

A consulta pode ser feita na página do MEC Ministério da Educação.

E se você ainda tem dúvidas sobre segurança do trabalho na construção civil, escreva nos comentários que responderemos!

Além disso, veja também sobre os Temas de DDS atuais!

O que achou desta matéria?

Clique para avaliar!

Avaliação média 4.3 / 5. Votos: 3

Ainda não há avaliações, seja o primeiro!