Entenda a segurança do trabalho na construção civil!

Entenda a segurança do trabalho na construção civil!

Você já sofreu ou conhece alguém que já sofreu um acidente de trabalho?

As chances da resposta ser “sim” são grandes, afinal a construção civil infelizmente é um dos segmentos que mais registram ocorrências do tipo.

Homem segura capacete diante de painéis solares
A segurança do trabalho na construção civil promove ações que visam diminuir as chances de acidentes e de doenças ocupacionais (Foto: senivpetro / Freepik)

O setor é líder no país em acidentes com incapacidade permanente. Ou seja, aqueles que impedem definitivamente o profissional voltar à ativa.

Publicidade


Além disso, é o segundo segmento que mais registra mortes, atrás apenas do transporte terrestre. Os dados são da ANAMT, a Associação Nacional de Medicina do Trabalho.

Diante de números tão alarmantes, a segurança do trabalho na construção civil torna-se prioridade! 

Publicidade

Segurança do trabalho na construção civil

O profissional da construção lida diariamente com materiais e ferramentas que oferecem risco em algum grau.

Por isso a segurança do trabalho na construção civil é tão importante!

Ela promove ações, eventos e procedimentos com objetivo de diminuir as chances de acidentes e de doenças relacionadas ao trabalho, assim como de garantir o bem-estar dos colaboradores.



Dessa forma, medidas de segurança, de saúde do trabalhador e de prevenção a acidentes tornam-se parte da rotina dos canteiros de obras.

 

Normas da construção civil

Os procedimentos, eventos e ações praticados pela segurança do trabalho são regulados pelas normas da construção civil.

A principal é a ABNT NR 18, a Norma Regulamentadora (NR) número 18 estabelecida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Com o tema “Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção”, essa NR da construção civil apresenta regras administrativas, de organização e de planejamento da segurança do trabalho no setor.

Assim, estabelece medidas de controle a riscos e sistemas de prevenção em atividades, no meio ambiente e sob determinadas condições.

Dessa forma, a NR 18 tem entre seus objetivos:

  • Determinar responsabilidades dos administradores das obras;
  • Garantir a saúde e a integridade dos trabalhadores;
  • Dispor sobre as instalações obrigatórias em canteiros de obras, como vestiários, sanitários e ambulatório;
  • Estabelecer a criação e cumprimento do Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (PCMAT).

Porém, ainda há outras normas da construção civil. Confira algumas que merecem destaque!

Publicidade

NR 4 – Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT)

Essa NR da construção civil trata de serviços que visam promover a saúde e proteger a integridade do trabalhador.

NR 5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA)

Aborda aspectos como criação, organização e funções da CIPA, que tem como objetivo tornar o trabalho compatível com a prevenção de acidentes e de doenças.

NR 6 – Equipamento de Proteção Individual (EPI)

A NR 6 considera EPI “todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”.

Assim, essa NR da construção civil estabelece regras para aprovação, distribuição e responsabilidades sobre o EPI, que deve ser dado gratuitamente aos empregados.

NR 7 – Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO)

Regula a criação e a execução do PCMSO com finalidade de promover e preservar a saúde dos trabalhadores.

NR 9 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)

Estabelece a obrigatoriedade da criação e implementação do PPRA, que deve promover a saúde e a integridade dos colaboradores ao analisar os riscos ambientais existentes e possíveis no local de trabalho.

Além disso, o PPRA precisa levar em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

Quais as principais causas de acidentes?

Apesar das normas da construção civil, acidentes de trabalho ainda são frequentes. Por quê?

Segundo pesquisa do Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil), aproximadamente 73% dos acidentes em canteiros de obras ocorrem por falta de atenção.

Essa desatenção pode ser causada por diversos motivos, como cansaço, atividades repetitivas ou estresse.

Publicidade

Além disso, a falta de atenção contribui para ações inseguras, e vice-versa. Por exemplo, brincadeiras no trabalho podem gerar desatenção, que pode levar ao esquecimento do equipamento de proteção.

E ainda há outros riscos comuns na construção civil, como:

  • Queda de altura;
  • Choques elétricos;
  • Sinalização falha;
  • Uso inadequado de materiais e de ferramentas;
  • Falta de proteção ou de uso de EPIs;
  • Desorganização.

Engenheiro inspeciona trabalho em canteiro de obras

O técnico e o engenheiro de segurança são os responsáveis por planejar, executar e orientar a segurança do trabalho na construção civil (Foto: jcomp / Freepik)

Formação técnica e engenharia de segurança do trabalho

Garantir que a segurança do trabalho na construção civil funcione é tarefa de todos, porque um ambiente seguro depende de cada um fazer a sua parte.

Porém, há profissionais responsáveis por planejar, orientar e executar a aplicação das normas, eventos e medidas de segurança: o técnico e o engenheiro de segurança do trabalho.

Qualquer pessoa com o ensino médio completo pode fazer o curso técnico profissional.

Já a engenharia de segurança do trabalho exige pós-graduação. Ou seja, é preciso ter formação superior e fazer um curso de especialização.

A principal diferença entre as funções é que o engenheiro lida principalmente com a parte burocrática, enquanto o técnico realiza tarefas no canteiro de obras. 

Portanto, o profissional da engenharia de segurança do trabalho planeja, enquanto o técnico “põe a mão na massa”.

Ambos os cursos são oferecidos por todo país. Se seu objetivo é trabalhar na área, independente da formação, o importante é procurar por uma instituição de ensino regulamentada.

A consulta pode ser feita na página do MEC Ministério da Educação.

E se você ainda tem dúvidas sobre segurança do trabalho na construção civil, escreva nos comentários que responderemos!

Além disso, veja também sobre os Temas de DDS atuais!

O que achou desta matéria?

Clique para avaliar!

Ainda não há avaliações, seja o primeiro!