Suculentas – Aprenda como cuidar dessas plantinhas

Suculentas – Aprenda como cuidar dessas plantinhas

5
(3)

A falta de tempo em se dedicar ao cultivo flores e folhagens vem tornando as plantas suculentas uma bela opção na decoração de interiores de casas, especificamente em locais onde a jardinagem não pode se desenvolver em ambientes abertos.

Nem só de cimento e metal é feita uma casa! Uma morada é a integração de vários desejos, necessidades e porque não de caprichos! Sendo assim, as escolhas que serão feitas na composição da decoração, resumem um pouco sobre você.

Então se você quer dar o primeiro passo e começar a cultivar um pouco de vida dentro da sua casa? Sugerimos uma simples ação, vamos  cultivar uma planta suculenta?

Publicidade


Plantas Suculentas

As plantas suculentas são assim chamadas pela sua capacidade de armazenar grandes quantidades de água.

Dessa maneira não há necessidade de se regar diariamente, e alguns casos nem semanalmente.

Publicidade

Suculentas portanto, são todas as plantas que armazenam água em suas folhas.

Existem mais de 12 mil tipos de espécies que caracterizam-se como suculentas.

Confira alguns tipos de suculentas:

1 -Echevéria ou rosa de pedra

Esta suculenta lembra o formato de flores, além da sua peculiaridade! A Echevéria alonga-se quando precisa de sol. Desse modo não se preocupe caso  esqueça, ela irá avisar quando precisar!



suculentas
Suculentas – Echeveria elegans
Fonte: flickr (www.flickr.com)

2 – Planta fantasma

Também lembra uma flor, possui tons roxos e verde opaco, de maneia idêntica ela ira avisar o seu dono distraído que está na hora de um pouco de sol.

No momento em que suas pétalas ficaram leitosas, ela estará pedindo um pouco de luz.

suculentas
Suculentas – Graptopetalum paraguayense
Fonte: pixabay (pixabay.com)

3 – Colar de pérolas

Ao mesmo tempo que trata-se de uma suculenta, a colar de pérolas é uma ótima opção para quem gosta de jardins verticais.

Como resultado se tudo correr bem, na primavera, flores brancas com cheiro de canela podem aparecer!

suculentas
Suculentas – Senecio rowleyanus
Fonte: flickr (www.flickr.com)

4 – Rabo de burro

De origem mexicana e pode chegar a 1 metro de comprimento. Em outras palavras, uma ótima opção para jardins verticais.

Similarmente a colar de pérolas, flores vermelhas no entanto, podem surgir contrastando com o verde da rabo de burro.

suculentas
Suculentas – Senecio rowleyanu
Fonte: commons (commons.wikimedia.org)

5 – Zebra

As zebras são suculentas que antes de mais nada, primordialmente deve estar nos jardins de primeira viagem.

Publicidade

Suportam o frio e a falta de sol.

Originárias da África, possuem pontas alongadas com riscos brancos.

suculentas
Suculentas – Haworthia fasciata
Fonte: pt.m (pt.m.wikipedia.org)

6 – Orelha de Shrek

Basta ter assistido ao filme. Essas plantas possuem caule alongado e lembram muito as orelhas do personagem principal do filme, o saudoso Shrek.

Apesar do nome, as suculentas Shrek, são muito bonitas. Apresentam um verde oliva brilhoso e além do mais, devido ao prolongamento de seus caules, resistem mais as pragas.

suculentas
Suculentas – Crassula ovata gollum
Fonte: mountaincrestgardens (mountaincrestgardens.com)

7 – Flor Européia

Estas suculentas vieram da Europa e a principal característica é a de suportarem grande variações térmicas. Tanto em altas temperatura quanto em baixas.

suculentas
Suculentas – Sedum carnicolor
Fonte: pixabay (pixabay.com)

Plantando as suculentas

Pegue um recipiente (vaso ou o que você preferir) com drenagem para água, ou seja, que possua pequenos furos. E coloque em um pratinho.

Em seguida, coloque o substrato (terra especialmente preparada com adubo). A saber, ela pode ser adquirida nas casas especializadas.

Também pode ser incluído no vazo areia e fibra de coco.

Suculentas
Cultivando Suculentas
Fonte: Pixabay (pixabay.com)

Agora acomode as suculentas no substrato mas tome cuidado para não cobrir as folhas.

Aperte levemente as laterais e cubra o substrato com pedrinhas brancas, elas ajudam a evitar a evaporação da água.

Publicidade

Tomando alguns cuidados.

As plantas suculentas, por não precisam de regas periódicas, pelo contrário, podem vir a morrer pelo excesso de água.

Por isso, sempre retire o excedente de água dos pratinhos, por mais que você ache que estão a muito tempo sem água, e antes de aplicar com conta gota (literalmente), verifique se o substrato não está úmido.

Se acaso alguma praga aparecer, retire as folhas doentes. Se for o caso de pulgões por exemplo, use um cotonete umedecido em óleo de Neem. E seguida pulverize sua plantinha.

Vamos lá. Comece a decorar a sua casa! Se bem que, se alguma planta morrer, entre em contato conosco, vamos ver o que aconteceu de errado!

 

 

 

O que achou desta matéria?

Clique para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Votos: 3